Musgueira Sul e as 28 Barracas _ origem do bairro.

305974_10201082125322163_1753070398_n[1]

Na foto o Sr. António Teixeira

Hoje publico  uma foto magnifica e histórica, cedida pelo Sr. Joaquim Teixeira, ex morador da Musgueira Sul, actualmente imigrado em França.  Após contacto com o Sr. Joaquim, o mesmo informou que na foto podemos ver o  Sr. António Teixeira, seu pai, que faleceu ainda novo.

Esta foto vem  ilustrar aquilo que a  Sr.ª Delfina Ventura, tinha referenciado, num comentário aqui no Blog, sobre à existencia de uma correnteza  de Barracas na azinhada de entre muros.

Delfina Ventura

“ Eu sou do tempo da criação da Musgueira sul,viviamos numa correnteza de barracas na Azinhaga Entre Muros, que começava perto onde era a entrada grande da Mata e subia por ai acima,eram 28 casas sendo a ultima habitada pelo sr Casimiro mais conhecido por portista da rua L,tambem conhecido pelas pessoas que habitavam essas casas pelo T’vinteoito.”

Muito honestamente para mim foi uma grande supresa, nasci em 70 e já estas barracas não existam, como também nunca tinha ouvido falar sobre este assunto. Magnifico o meu muito  Obrigado  ao Joaquim pela partilha da foto e à Sr.ª Delfina pela informação.

Aqui está o exemplo como é importante o contributo de todos para  que a história do bairro da Musgueira Sul não se perca, é importante, criar um fio do tempo rico em recordações e factos que construíram e continuam a construir, dia-a-dia, a nossa história. Como já tive oportunidade de referir aqui “A noção de partilha faz crescer um verdadeiro sentimento de pertença ao bairro.

João B Antunes

Anúncios
Categorias: Bairro, Historia, Lisboa, Lumiar, Portugal, Social, sociedade | 4 Comentários

Navegação de Posts

4 opiniões sobre “Musgueira Sul e as 28 Barracas _ origem do bairro.

  1. Pingback: Musgueira Sul e as 28 Barracas _ origem do bairro | Bº da Cruz Vermelha LUMIAR

  2. Maria Manuela Dos Santos Alexandre

    moi aussi j’ai connu ces baraques je me rappel con on n’ai partie de Béja et arrivé à Lisbonne( musgueira sul ) alors que j’avais l’age de 6/7 mes parents avait construit une baraque sans l’autorisation de la mairie et que les gendarmes sont venue la démolir et une fois qu’ils sont partie tous les voisins sont venus aider mon pére à la reconstruire et le jour d’aprés rebelote les gendarmes revienne la démolir ,rebelote mon pére et les voisins reconstruise la baraque nous avons gagné face à eux , je me rappel des jours ou avec mon grand frére Henri on traverser la grande foret qui séparait le coté pauvre et riche de Lisbonne frapée aux portes pour démandée du pain de la nouriture pour con puise manger et aussi des beaux souvenirs les soirées entres tous les voicins le feu de bois ou en chantée et avant de se coucher on partager les braises con metai dans des basinnes en zing pour rechauffer la baraque la nuit je ne me rappel pas combien de temps nous sommes resté à vivre là??????Car mon pére et venue en france travaillée à envoyée de l’argent à ma mére et on à pu d’aménagée dans les hlm toujours à Lisbonne et q’uelle à trouvée un travail au marché comme poissonniere et aprés mon péré nous a fait venir en france j’avais12 ans con je suis arrivée à Alencon

    • Delfina Tarrinha Ribeiro Ventura

      Boa tarde
      tenho imensa pena mas não me recordo. mas gostei de ver a foto pois trouxe-me muitas recordações daquele tempo,

  3. José Manuel Trolho Oliveira

    Pois eu fui morador a azinhaga de entre muros e depois continuei a ser morador do bairro da musgueira sul barracas e depois as casas que agora foram abaixo morei na rua L N% 18

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: